Freguesia de Ançã - Cantanhede
  
                               
Cantaria
 
Tanoaria
 
Cestaria
 
Latoaria / Funilaria
 
Olaria
 
Ferro Forjado


PEDRA DE ANÇÃ
Se Coimbra foi na época Medieval e na Renascença um grande centro de escultura, à Pedra de Ançã o deve. Grandes escultores radicaram-se em Coimbra, tendo produzido obras notáveis: Mestre Pero, vindo provavelmente de Aragão, fez o túmulo da Rainha Santa Isabel, para além de várias Nossas Senhoras do Ó (Santiago de Compostela, La Coruña, etc); Gil Eanes, depois do flamejante portal da Batalha, regressa à cidade, como vários outros canteiros; João Afonso faz o túmulo de Afonso Góis, na matriz daquela localidade; Diogo Pires, o Moço e Diogo Pires, o Velho, fizeram estatuária diversa; Nicolau Chanterenne, fez o portal e os túmulos dos reis D. Afonso Henriques e D. Sancho I para a Igreja de Santa Cruz; João de Ruão talhou a Porta Especiosa e o altar da Capela do Santíssimo Sacramento da Sé Velha bem como magnífico púlpito de Santa Cruz, para citar só alguns exemplos de alguns escultores, monumentos e obras.
São estes, entre outros, os nomes que fazem desabrochar a flor resplandecente da Escola Coimbrã.
A existência da Pedra de Ançã marca também a paisagem da parte mais a norte da freguesia. A presença das imponentes pedreiras, por entre as quais se estende um vale luxuriante e fértil (as Várzeas), conferem à paisagem uma singularidade e uma beleza impares, pelo que são pontos de interesse que não podem deixar de ser visitados.


    

282455 visitas até ao momento.